Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

sexta-feira, 26 de agosto de 2016

ENTREVISTA COM RHUNNER RAMOS, VOCALISTA DA BANDA HERDEROZ.

          Além de ser dono de uma voz maravilhosa, nosso entrevistado de hoje é um amor de pessoa, cheiroso, simpático, tímido (só quando não está cantando ou ministrando), é o tipo de gente que você pode passar horas ouvindo, apesar de achar que está sempre sendo chato ou incômodo. Se você menina se apaixonar por ele saiba que o nosso Rhunner Ramos não divide talheres e copos com ninguém, e também tem mania de deixar tudo alinhado sempre, quase um “TOC”, segundo ele mesmo.
          Ele é do tipo que gosta de Raça Negra e Molejo (dá pra acreditar?), mas com certeza o que mais chama atenção no jovem músico seja seu constante processo de Reforma. Cristão Protestante convicto, Rhunner usa seu dom para compartilhar com o mundo alegria, vida e a oportunidade de conhecer a Deus sem muitas normas mas na pureza e intensidade do amor que ele mesmo experimentou na sua vida.






1 - Quem é você?
Eu sou o Rhunner Ramos, tenho 25 anos, Canela Verde nascido em 26 de Julho de 1991 e Vila Velhense desde então.

2 - Você é músico há quanto tempo? Como tudo começou?
Desde muito novo descobri a música e a paixão pelos vinis. Ouvia música 24 horas. Meu pai percebendo isso, aos 11 anos de idade me deu o primeiro violão. Desde aí não o larguei mais e na mesma idade comecei a compor as primeiras canções.

3 - Ser músico sempre foi um sonho ou aconteceu com o tempo?
Sempre foi um sonho. Lembro-me das tardes de domingo que ficava na sala ouvindo The Beatles e imitando o John Lennon e o Paul McCartney com minha guitarra de brinquedo. Mas esse sonho aflorou na adolescência e aí comecei a montar as minhas primeiras bandas.

4 - Você compõe também? Se sim, que te inspira?
Eu como compositor vejo a vida sempre em forma de pergunta e nunca de resposta. Acho que esse foi o segredo para eu começar a compor. Tudo ao meu redor sempre me inspirou, do desabafo da “decepção amorosa da amiga” até as minhas “paixões juvenis”. Hoje, tenho mais um motivo para compor e para ser inspirado, a fé. Percebi que falar de amor “Eros” somente, não respondia a inquietude da alma, me peguei falando de Deus... E tudo dentro de mim se quietou. Acho que assim descobri o que é o amor verdadeiro, e é disso que minhas canções falam.


 5 - Quais são as suas referências musicais?
Eu gosto de muita coisa, desde MPB ao Soul/Funk. Mas minha raiz é o Rock’n’Roll. Cresci em um lar onde se consumia muita música, e boa. Meu pai foi o grande responsável pelo meu gosto musical, foi ele que me apresentou as bandas que hoje sou fã.

6 - Sua relação como outros músicos (banda) como é?
Minha relação com meus companheiros é ótima. E quando digo companheiros, é porque é isso que somos, a banda é como um casamento. Compartilhamos os bons e os maus momentos. Eles são meus amigos, e os melhores.

7 - É um desafio muito grande conciliar vida pessoal com sua carreira?
 Nos dias atuais em que vivemos é difícil conciliar qualquer coisa. É muita correria. Eu não sigo a carreira de músico como profissão, então divido isso com o meu emprego, que já me consome bastante horas. E além do emprego, divido com os estudos e com o serviço ministerial. Me sobra quase nada do tempo. Mas acho que estou conseguindo, estou tirando de letra (risos).


8 - Poderia descrever o melhor e o pior momento da sua carreira?
O melhor sempre vai ser o agora. E o pior?... Creio que o pior não existe quando fazemos o que amamos, tudo é aprendizado.

9 - Quais são os seus planos para os próximos 5 ou 10 anos?
 Ter a certeza em estar onde Deus quer que eu esteja, esse é o grande sonho. Mas desejo estar compartilhando de uma forma maior e abrangente minha música, alcançando mais pessoas, levando essa Boa Nova. Quem sabe até casado. (risos)

10 - Rhunner pelo Rhunner:

Sou eu. (risos) Um cara sonhador e de fé. Que luta e busca o que almeja. Que ama, apesar de tudo. Cultiva sempre a paz com todos. Ama a honestidade e a sinceridade, e não tolera a mentira. Ama falar da vida, música e compor. Mas acima de tudo, sempre um aprendiz. 


E assim termina o nosso "Trilha Capixaba da Gil" Especial Rhunner Ramos, deixe nos comentários que banda ou artista você quer ver aqui nas próximas semanas, Siga +Contato Herderoz  e fique por dentro da agenda de apresentações.

Um beijo especial e até a próxima entrevista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigada por seu recado, estarei lendo e responderei em breve...